Código Negro


Clara

Autor: Caio Mhorse

 

Ei, olha pra cá

E tenta ver

Que tem uma pessoa aqui

A te esperar

Sem enxergar

O tudo, nem o nada

 

Ei, olha pra mim

E vê se vê

A esperança no olhar

Porque não posso mais mudar

Não quero mais me machucar

 

(Mas não quero viver

Com a angústia de nunca

Poder dizer

Que a rosa mais linda é minha)

 

Ei, tenta me ouvir

Só uma vez

Não me deixa sozinho aqui

Na frustração (cadê você?)

Eu me perdi, eu me perdi.

 

Ei, tenta enxergar

Não pode ver?

Dizem que o amor cega

Mas será difícil assim,

Será a prata e o cetim?

 

(Mas não quero passar

Daqui pra outra sem encontrar

O que eu tento buscar

Mas não consigo nem lembrar)

 

E eu não quero viver sem motivo

Falta muito para algum sentido

Eu não vou viver sem

O perfume nos meus ouvidos

E eu não quero viver sentido

Eu só quero andar sem rumo

Mas não vou viver sem

Clara...

 

Essa música remete o tudo e o nada,

A angústia por tê-la, a desordem por achá-la;

Será a vida tudo o que a vida me proporcionou?

Será você, correndo de vagão em vagão?

Essa música remete o simples e o complicado,

Solução tão fácil, torna-se impossível;

Será o mundo tudo o que o mundo me proporcionou?

Será você a resposta final?

 



Escrito por Caio Mhorse às 19h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog